Mulher idosa sentada em sua cama com as mãos nas costas e uma expressão de dor

Dr. Emerson Fidelis

A dor nas costas é um dos problemas mais comuns da modernidade. Seja por trabalhar várias horas sentado ou em pé, transportando cargas pesadas, dando mau jeito ou até mesmo carregando o próprio bebê, esse é um daqueles desconfortos que todo mundo já sentiu ao menos uma vez na vida.

Felizmente, a maioria dos casos é simples de se resolver/aliviar e, melhor que isso, de se prevenir. O importante é entender um pouco sobre o assunto para se ter uma noção do que pode ter o provocado, tomar as medidas certas para tratá-lo e, daqui para frente, saber exatamente como evitá-lo.

Preparado(a)? Vamos lá!

Sintomas comuns de dor nas costas

Sinais e sintomas de um mau jeito na coluna podem incluir:

  • dor muscular;
  • dor aguda;
  • dor que irradia pelas pernas;
  • dor que piora com o movimento (flexionar o músculo, levantar, sentar, andar etc);
  • dor que melhora com a reclinação.

Complicações

A maioria das dores nas costas melhora gradualmente com o tratamento em casa e, claro, com o autocuidado. Porém, se o desconforto não passar dentro de algumas semanas, é preciso procurar um médico.

Procure atendimento imediato se sua dor nas costas:

  • causa problemas no intestino ou na bexiga;
  • está acompanhada de febre;
  • está muito severa e não melhora com ajuda de analgésicos e compressas;
  • espalha para uma ou ambas as pernas, especialmente na região abaixo do joelho;
  • causa fraqueza, dormência ou formigamento em uma ou nas duas pernas;
  • está acompanhada de perda de peso inexplicada;
  • se ela aparecer, pela primeira vez, após os 50 anos, ou se você tiver um histórico de câncer, osteoporose, uso de esteróides, drogas ou álcool.

Causas

A dor nas costas comum, que vem de repente e dura não mais que seis semanas, pode ser causada por impacto, queda, mau jeito ou trabalho pesado. O desconforto na coluna que passa desse período já pode ser considerado crônico e é menos comum.

Outras condições comumente relacionadas à dor na coluna incluem:

  • Estirpe muscular ou ligamentar: o trabalho pesado e repetido, ou um movimento súbito e desajeitado, podem esticar os músculos das costas e os ligamentos da coluna vertebral. Se a pessoa estiver em condições físicas precárias, uma tensão constante na coluna pode causar espasmos musculares dolorosos;
  • Discos salientes ou rompidos: os discos agem como almofadas entre os ossos (vértebras) da coluna. O material macio dentro de um disco pode inchar ou, pior, romper-se e pressionar um nervo;
  • Artrite: a osteoartrite pode afetar a parte inferior das costas. Em alguns casos, uma artrite na coluna pode levar, inclusive, a um estreitamento do espaço ao redor da medula espinhal. Essa condição recebe o nome de estenose espinhal e pode provocar bastante desconforto;
  • Irregularidades esqueléticas: é uma condição na qual sua coluna se curva para o lado (escoliose). Em alguns casos, ela pode causar dor nas costas mas, geralmente, não até a meia-idade;
  • Osteoporose: as vértebras da coluna podem desenvolver fraturas por compressão se os ossos se tornarem porosos e quebradiços.

Fatores de risco

Qualquer pessoa pode desenvolver dores nas costas, até mesmo crianças e adolescentes. Aí vão os fatores de risco mais comuns para esse quadro:

  • idade: a dor nas costas é mais comum à medida que o ser humano envelhece, começando por volta dos 30 ou 40 anos;
  • falta de exercício físico: músculos fracos e exercitados de forma incorreta podem provocar dores nas costas (e até mesmo em outras partes do corpo, como a cabeça, por exemplo);
  • excesso de peso: o sobrepeso coloca estresse extra na coluna;
  • doenças: alguns tipos de artrite e outras doenças, como o câncer, por exemplo, podem contribuir para a dor nas costas;
  • condições psicológicas: pessoas propensas a depressão e ansiedade parecem ter um risco maior de sofrerem de dor na coluna;
  • fumar: o cigarro reduz o fluxo sangüíneo para a parte inferior da coluna, o que pode impedir que seu corpo forneça nutrientes suficientes para os discos nas costas.

Prevenção

Para manter as costas saudáveis ​​e fortes, é preciso:

  • exercitar-se regularmente;
  • fortalecer os músculos;
  • alongar-se antes de iniciar uma tarefa pesada ou que requeira ficar na mesma posição por um longo período;
  • manter um peso saudável;
  • evitar cigarros;
  • corrigir a postura.

Tratamentos

Toda e qualquer solução para a dor nas costas vai depender diretamente do motivo pelo qual ela foi provocada. É por isso que uma consulta com um especialista se faz tão necessária. Afinal, somente ele entenderá o que seu corpo está passando ou, ao menos, saberá encaminhar o seu caso para um profissional mais adequado.

Geralmente, o alívio para esse quadro envolve analgésicos, anti-inflamatórios, injeções de Diclofenaco e Tiocolquicosido ou relaxantes musculares.

Gostou do Texto? Para ler mais conteúdos como esse, fique de olho em nosso Blog e siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram)!