Garota triste sentada na grama abraçando um pequeno cachorro

Guilherme Sette

Você provavelmente já adoeceu como consequência de uma fase muito estressante no trabalho, ou após viver um período muito turbulento em sua vida pessoal. Isso se chama somatização, e está dentro dos conceitos da energia humana.

Somatizar é transformar conflitos psíquicos em patologias físicas, ou seja, estresse, ansiedade, medos e vários outros sentimentos que possuímos. Estes se manifestam em forma de energia e enviam uma informação ao nosso corpo que, por não saber como lidar com ela, armazena-a como sendo uma invasora, ou uma causa da doença.

A energia humana no dia-a-dia

Vamos imaginar uma situação que costuma fazer parte da nossa rotina:

você, após um longo dia de trabalho e trânsito, chega em casa estressado e acaba recebendo reclamações de seu filho ou companheiro(a) por causa de sua demora. Esse pode ser um gatilho para que você solte todas as suas frustrações diárias naquela pessoa.

Como ela foi carregada por seus sentimentos pesados, mesmo sem saber o porquê, vai devolver essas agressões. Afinal, ficou muito pesado suportar os sentimentos dela, e os seus, sozinha.

Voltemos nossa atenção, agora, para um ambiente mais tranquilo, …

… como a natureza com seus campos, flores, animais e todo o sistema que envolve uma floresta. Esses animais, sem muito contato com o homem, raramente possuem momentos de estresse. Ansiedade então, nunca ouviram falar. Eles se preocupam em viver o presente.

Pode até ser que, nos momentos de sobrevivência e ameaças, seu corpo responda à adrenalina. Porém, logo após, os níveis desse hormônio no organismo são normalizados.

A energia humana em pets domésticos

Animais domésticos estão constantemente estressados, com doenças psíquicas e outras mais graves, como o Câncer em cães, que têm cada vez mais aumentado por diversos outros fatores. Porém, não podemos excluir os fatores comportamentais e a influência humana.

Nós, animais humanos, ainda possuímos algumas vantagens nessas relações. Quando alguém desconta suas frustrações, despejando essa energia em nossa vida, podemos filtrá-las e entender que elas não são nossas.

Já os animais não humanos, com toda a sua pureza, não possuem esse filtro. Como resultado, absorvem toda a energia que passamos para eles com nossas ações e palavras mas, mais do que isso, com a troca energética que temos sempre que estamos em contato.

Com isso a consequência é que eles, cada vez mais, tornem-se parecidos com seus tutores.

Em casais que estão há muito tempo juntos, é comum ouvir comentários de amigos que os vêem como um só, pois suas ações são bem parecidas. Outras vezes, saem combinando roupas sem que tenham essa intenção e várias outras “coincidências” dessas ocorrem.

Essa semelhança ocorre pois, com o tempo, vamos misturando nossa Aura (campo energético que envolve nosso corpo físico) com o da pessoa amada.

Os animais também se misturam com nossas auras e, por isso, sugam para eles todos os nossos maus hábitos. Reparem no comportamento de seu pet. Se você é agitado, há grandes chances de que ele também seja.

Se você quer prolongar a vida de seu amigo, é preciso cuidar também de sua saúde.

Equilibrar sua energia humana com Reiki e outras ações saudáveis é também um ato de amor com seu animal.

Em uma comparação simplista, os animais são como crianças que repetem nosso comportamento. Portanto, observe-se, cuide-se e, assim, você cuidará de todos à sua volta.

Gostou do texto? Visite a editoria Saúde do Animal e saiba como manter a saúde do seu melhor amigo. Nossos veterinários e especialistas têm muito para contribuir. Acesse, também, nosso Facebook, Instagram e Twitter para ficar por dentro de tudo sobre o universo pet.