Close de mão de mulher segurando um cigarro

Dra. Adriana Bonfioli

O hábito de fumar é o maior causador de doenças no mundo, além de ser responsável por deteriorar praticamente todos os órgãos do corpo, incluindo os olhos. Quanto mais se fuma, mais a saúde é prejudicada pelos efeitos do cigarro.

São várias as doenças relacionadas aos tabagismo

Os fumantes têm maior chance de desenvolver catarata e degeneração relacionada à idade.

Fumar aumenta o risco de uveíte, uma inflamação da camada vascular do olho que pode levar a sérias complicações, como o descolamento de retina e o glaucoma.

Em fumantes, o risco de diabetes é aumentado, bem como de suas complicações. A lesão dos vasos da retina é agravada pelos efeitos do cigarro e substâncias tóxicas, resultando na retinopatia diabética, doença que também é agravada pelo tabagismo.

A fumaça do cigarro causa irritação ocular e agrava os sintomas do olho seco: irritação, vermelhidão e sensação de corpo estranho, coceira e lacrimejamento. Os fumantes que são usuários de lentes de contato têm mais chances de desenvolver úlceras de córnea.

Os males causados pelo tabagismo também afetam os bebês antes do nascimento

Durante a gravidez, a mulher fumante transmite toxinas ao feto, aumentando as chances de parto prematuro, estrabismo (olhos tortos) e malformações congênitas, incluindo alterações no desenvolvimento do nervo óptico.

Os bebês prematuros têm mais riscos de serem acometidos pela retinopatia da prematuridade, uma doença grave que pode levar à cegueira.

Mas nem tudo está perdido. A ciência mostra que parar de fumar em qualquer idade traz benefícios para a saúde, reduzindo progressivamente os efeitos do cigarro e o risco de doenças até que fiquem tão baixos quanto os dos não fumantes.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.